#PassionateAboutWater #GreenAtHeart: Grundfos participa no fórum Ação Climática para 2030 na COP25 em Madrid

12/12/2019

cop25Madrid

Globalmente, as entidades públicas e privadas estão a caminhar em direção a uma transição” verde”, estabelecendo metas ambiciosas em nível nacional, regional e nas cadeias de valor globais. Com esta abordagem como ponto de partida, a Embaixada da Dinamarca, com a presença do embaixador dinamarquês em Espanha, Jens Kisling, e o ministro dinamarquês de Energia, Serviços Públicos e Clima, Dan Jørgensen, organizaram um evento em que a Grundfos Iberia foi convidada a analisar a importância de parcerias entre múltiplos interessados, bem como o impacto e a natureza dos compromissos de ação climática dos setores público e privado para uma sociedade sem CO2.

Como destacou o ministro dinamarquês de Energia, Serviços Públicos e Clima, Dan Jørgensen, durante o fórum, “todo o planeta precisa de saber o que está a acontecer e devemos ser capazes de proporcionar uma Esperança Verde, garantindo que o crescimento mundial seja um crescimento verde e que o modelo dinamarquês seja uma inspiração. Se o fazemos, é porque sabemos que podemos fazê-lo”. A transição energética em escala global, a transição verde no setor de transportes e, principalmente, cidades e edifícios sustentáveis, onde a Grundfos teve um papel ativo e uma posição clara por causa da Estratégia 2025, foram analisadas durante um dia pelos principais especialistas de empresas dinamarquesas em Espanha. 

O representante da Grundfos, Bruno Carmo, gestor de projetos de otimização energética da Iberia, falou sobre as implicações e os desafios da sustentabilidade global e apontou a posição da Grundfos em relação às mudanças climáticas e o papel que temos como principais players. Com base nas suas próprias palavras, 'nós, na sociedade, não estamos a melhorar rápido o suficiente em relação ao crescimento das nossas necessidades, e é por isso que precisamos de agir envolvendo todas as partes interessadas, passo a passo, criando valor e facilitando novos modelos e oportunidades de negócios que gerem impacto na sustentabilidade como um todo composto por fatores diferentes e múltiplos'.

Um dos melhores momentos do dia foi quando Nilly Taheri, Delegada da Juventude para o Clima da ONU, a Greta dinamarquesa, tomou a palavra para exortar empresas privadas a agir. 'Acreditamos mais em empresas do que em políticos – e terminou o seu discurso com esta reflexão cheia de verdade e esperança -' é realmente fácil conversar, negociar e estabelecer metas, mas o que precisamos é que se assuma a liderança, tornando a sustentabilidade um novo negócio modelo. Desta forma, terá sucesso e abrirá a porta a milhões de jovens que são poderosos o suficiente para encontrar uma solução real para o futuro'.

COP25_3Secretary of State for Energy, Spain, José Domínguez Abascal
COP25_Danish_Minister_JDan_Jorgensen
COP25-8_JensKinsgly-Ambassador-7
COP25_7Nilly Taheri, UN Youth Delegate on Climate
COP25_4
Bruno_CarmoCOP25_2
COP25_6
COP25-1