O que provoca o sobreaquecimento dos motores?

Graças ao design e ao processo de fabrico modernos, é frequente os motores atualmente utilizados ficarem mais quentes durante o funcionamento do que os motores utilizados no passado. Na prática, as temperaturas de superfícies de alguns motores modernos podem atingir valores até 90 ºC (194 ºF). No entanto, a vida útil destes motores é igual ou mesmo superior à dos motores antigos. As temperaturas de superfície elevadas não são necessariamente um sinal de que algo está errado. Contudo, se o motor ficar excessivamente quente durante o funcionamento, isto poderá ter origem em várias causas:

Causas elétricas: Subtensão ou sobretensão, corrente trifásica assimétrica, diminuição da resistência do isolamento.

Impactos ambientais: Temperaturas ambiente elevadas, ausência de ventilação ou ventilação insuficiente, elevação de instalação elevada (baixa densidade do ar).

Causas mecânicas: Demasiados ciclos de comutação, caudal demasiado elevado ou demasiado reduzido, elevada resistência à rotação devido a danos na bomba, viscosidade ou densidade elevada do líquido bombeado, bomba obstruída ou bloqueada.

 





    Facebook Twitter LinkedIn Technorati