O que é a força ascensional e quais são as causas?

'Força ascensional' refere-se a uma condição em que uma força no sentido vertical é exercida sobre o impulsor/a unidade do veio da bomba, durante o funcionamento. Esta condição pode verificar-se quando a bomba bombeia mais água do que aquela para a qual foi classificada, ou seja, a bomba está a funcionar demasiado à direita na curva.

 

Contudo, nas aplicações de poço normais nas quais há uma válvula de retenção instalada, não ocorrem geralmente forças de ascensionais. Isto deve-se ao facto de a coluna de líquido estática que permanece na tubagem após a bomba ser desligada pela válvula de retenção gerar uma contrapressão que atua sobre a bomba imediatamente após a reinicialização, de forma a evitar que a bomba funcione demasiado à direita na curva, também nesta fase.

 

No entanto, caso não haja uma válvula de retenção instalada ou caso a válvula de retenção apresente fugas, não haverá uma coluna de líquido estática a atuar sobre a bomba durante o arranque. Na maioria das bombas, é exercida uma força ascensional sobre o impulsor/a unidade do veio no interior da bomba, neste caso. O movimento ascendente resultante prolonga-se até ao acoplamento bomba-motor, o que significa que é gerada força ascensional também no motor.

 

Embora a maioria dos fabricantes de motores equipe os seus motores com rolamentos de elevação capazes de suportar uma força ascensional limitada sem danificar o motor, as forças ascensionais devem ser evitadas, de forma a minimizar o desgaste dos componentes da bomba e do motor. As forças ascensionais que ocorrem em cada arranque poderão provocar um desgaste prematuro da bomba e do motor.





    Facebook Twitter LinkedIn Technorati