Tubagens de distribuição

As tubagens de distribuição fornecem o fluido de supressão aos diferentes espaços do edifício. A conceção das tubagens deverá estar em conformidade com as especificações descritas nas normas de sistemas automáticos de extinção. 

As tubagens dos sistemas automáticos de extinção são concebidas para distribuir o fluido de supressão, geralmente água, pelos diferentes espaços do edifício. As normas de planeamento e de instalação para sistemas fixos e automáticos de extinção especificam o design do sistema e os componentes necessários. 
O material das tubagens deverá estar protegido contra a corrosão, e existem determinados materiais que se adequam mais a determinados tipos de instalações. Os materiais que se seguem são os utilizados mais frequentemente, e deverão ser fabricados em conformidade com uma norma DIN:

- ferro fundido dúctil;
- aço preto;
- aço galvanizado;
- polietileno ou policloreto de vinil;
- aço inoxidável.
 
As tubagens deverão ser instaladas de forma a permitir um acesso fácil para manutenção, ou seja, não deverão estar dentro de tetos ou solos de betão. E também deverão ser protegidas contra danos mecânicos, adicionalmente, as tubagens que sejam em aço não galvanizado deverão ser pintadas, habitualmente, de vermelho. 
 
Geralmente, as juntas mecânicas deverão ser homologadas por uma entidade homologadora.  As juntas flexíveis, também chamadas compensadores/juntas de dilatação, são utilizadas para absorver os choques de pressão ou ligeiros movimentos entre as tubagens, mas não deverão ser utilizadas para o desalinhamento das tubagens. 
 
Os suportes das tubagens deverão ser fixados diretamente ao edifício, e não podem ser utilizados para o suporte de qualquer outro componente. 





    Facebook Twitter LinkedIn Technorati