Curva de desempenho

A curva de desempenho da bomba mostra a relação entre o caudal do líquido (Q) e a diferença de pressão ou a altura manométrica (H) que a bomba cria.

Habitualmente, o caudal é expresso em m3/h ou l/s. A diferença de pressão ou altura manométrica é expressa em kPa ou mH2O (metro de coluna de água).

No caso de bombas de velocidade variável, a curva de desempenho é apresenta para um mínimo e máximo de RPM.

Quando estão conectadas diversas bombas, a curva de desempenho do sistema é obtida através da combinação das caraterísticas individuais das bombas.

As bombas conectadas em paralelo são acrescentadas horizontalmente para aumentar o caudal. No caso de duas bombas idênticas, o caudal máximo duplica, mas a altura manométrica máxima será a mesma. Este princípio é frequentemente utilizado em sistemas de bombeamento. 

As bombas conectadas em série são acrescentadas verticalmente para aumentar a altura manométrica. No caso de duas bombas idênticas, a altura manométrica máxima duplica. O Q máximo será igual. Este princípio é frequentemente utilizado em bombas multicelulares.

A curva de desempenho é utilizada juntamente com as caraterísticas do sistema para dimensionar e selecionar bombas. 





    Facebook Twitter LinkedIn Technorati