Bomba de engrenagens

Uma bomba de engrenagens simples é constituída por duas engrenagens cilíndricas juntas, que rodam em direções opostas dentro de um cárter. Qualquer fluido que preencha o espaço entre os dentes das engrenagens e o cárter, acompanhará as engrenagens quando estas rodam.

Existem diversos tipos de bombas de engrenagens. Uma bomba de engrenagens simples é constituída por duas engrenagens cilíndricas juntas, que rodam em direções opostas dentro de um cárter. Qualquer fluido que preencha o espaço entre os dentes das engrenagens e o cárter, acompanhará as engrenagens quando estas rodam. Quando os dentes de uma engrenagem encaixam nos dentes da outra engrenagem, o espaço entre os dentes quase que deixa de existir, logo, o fluido preso é forçado para fora da bomba. À medida que as engrenagens rodam e os dentes desencaixam, o espaço volta a estar disponível do lado da aspiração da bomba, permitindo a entrada de fluido e a sua circulação dentro do cárter. Quando o fluido é afastado do lado da aspiração, é criada uma pressão mais baixa, que puxa fluido através da linha de aspiração.

A existência de uma grande quantidade de dentes nas engrenagens assegura que o caudal bombeado é homogéneo, sem picos de pressão significativos. Uma bomba de engrenagens com poucos dentes fornece um caudal menos homogéneo. No entanto, o caudal da bomba é superior, uma vez que quanto maior for o espaço entre os dentes, maior é a quantidade de fluido bombeado.





    Facebook Twitter LinkedIn Technorati