Bomba doseadora

A bomba doseadora é um tipo de bomba volumétrica, e, habitualmente, é uma bomba de membrana. 

As bombas de membrana não têm fugas, pois a membrana cria uma vedação entre o fluido bombeado e o meio envolvente. A bomba de membrana vem equipada com duas válvulas antirretorno - uma do lado da aspiração, e outra do lado da descarga. 

O caudal de uma bomba de membrana é ajustado através do comprimento do curso e/ou da velocidade de rotação do motor. No sentido de aumentar a gama de funcionamento, é possível conectar um conversor de frequência a bombas de membrana maiores.

No caso de bombas pequenas, a membrana é ativada por uma biela, que está acoplada a um eletroíman. A bobina (ver imagem) recebe então o número exato de cursos necessários. No caso de bombas maiores, a membrana está acoplada à biela, que é ativada por uma árvore de cames acionada por um motor. 

No terceiro tipo de bomba de membrana, a membrana é ativada por uma biela acionada excentricamente, e um motor de passo, ou motor assíncrono. O motor de passo aumenta a área dinâmica da bomba, melhorando consideravelmente a precisão de doseamento. Neste tipo de construção, não é necessário ajustar o comprimento do curso, uma vez que a biela está acoplada diretamente à membrana. O resultado são condições otimizadas de aspiração, e excelentes funcionalidades operacionais. 





    Facebook Twitter LinkedIn Technorati