Aquecimento urbano

A expressão aquecimento urbano refere-se a um sistema de aquecimento a água onde existe uma distância considerável entre o local de geração do calor (central elétrica) e o local de consumo (edifício).

O aquecimento urbano é cada vez mais usado em todo o mundo, sendo muito comum em cidades grandes.

At the power plants, flue gas undergoes an exceptionally advanced treatment before being released. This has become an important factor in improving air quality in cities.

Nas centrais elétricas, os gases de combustão são sujeitos a um tratamento extraordinariamente avançado antes de serem libertados. Este aspeto ganhou uma importância considerável para a melhoria da qualidade do ar nas cidades.

Um sistema de aquecimento urbano é constituído por:

• um sistema de geração (central elétrica); 
• um sistema de distribuição (tubagens subterrâneas); 
• as aplicações dos consumidores (sistemas de aquecimento individuais dos diferentes consumidores). 

Geralmente, o calor é produzido em centrais elétricas, onde os combustíveis fósseis (carvão, fuelóleo, etc.) ou alternativos (palha, aparas de madeira, etc.) são queimados. Algumas centrais elétricas possuem sistemas de energia solar.

É frequente as centrais elétricas combinarem a geração de calor com a geração de eletricidade.

Da central elétrica, o calor é enviado através da rede de distribuição para os permutadores de calor das subestações. Geralmente, o calor é distribuído da central elétrica até ao permutador de calor da subestação com uma temperatura de ida de até 120°C. No permutador de calor da subestação, a transferência de calor reduz a temperatura para 90°C. O calor é depois distribuído pelas tubagens até aos consumidores. 

Uma das desvantagens do aquecimento urbano é a grande distância entre a central elétrica e os consumidores, que provoca perdas de calor consideráveis.

A ligação ao aquecimento urbano pode ser realizada através de um sistema direto ou indireto. 





    Facebook Twitter LinkedIn Technorati