Permutador de calor de fluxos cruzados

Os permutadores de calor de fluxos cruzados transferem calor de uma corrente de ar para outra, numa unidade de tratamento de ar (UTA). Ao contrário dos permutadores de calor rotativos, os permutadores de calor de fluxos cruzados não transferem humidade, e não existe o risco de curto-circuito nas correntes de ar. 

Os permutadores de calor de fluxos cruzados são utilizados em sistemas de arrefecimento e de ventilação que requerem uma transferência de calor de uma corrente de ar para outra. Os permutadores de calor de fluxos cruzados são feitos de painéis finos em metal, habitualmente em alumínio. A energia entálpica é transferida através dos painéis. Um permutador de calor de fluxos cruzados tradicional tem uma secção transversal quadrada. E, tem uma eficiência térmica de 40-65%. Se for necessária uma eficiência térmica superior - até 75-85% - poderá ser utilizado um permutador de calor de contracorrente ou de fluxos cruzados duplos.

Em alguns tipos de permutadores, o ar húmido poderá arrefecer até congelar, formando gelo. Habitualmente, os permutadores de calor de fluxos cruzados são menos dispendiosos do que os outros tipos. Normalmente, são utilizados em instalações em que as normas sanitárias exigem que as correntes de ar sejam mantidas completamente separadas. Também são frequentemente utilizados em instalações de recuperação de calor, em refeitórios grandes, em hospitais, e na indústria alimentar. Ao contrário dos permutadores de calor rotativos, os permutadores de calor de fluxos cruzados não transferem humidade.

 





    Facebook Twitter LinkedIn Technorati