Empanque duplo oposto

Um empanque duplo oposto é constituído por dois empanques do veio juntos para assegurar maior segurança e fiabilidade.

Habitualmente, esta expressão é utilizada em engenharia para descrever dois empanques juntos opostos. 

Esta disposição adequa-se a líquidos tóxicos, explosivos e venenosos, não sendo aceitável a fuga de qualquer quantidade para a atmosfera.  

Entre os dois empanques encontra-se um fluido de barreira pressurizado. A pressão do fluido é superior à pressão da bomba. Isto significa que qualquer fuga passará do fluido de barreira para o líquido bombeado. A pressão do fluido de barreira deverá ser no mínimo de 2 bar, ou 10% acima da pressão da bomba. Uma vez que o fluido de barreira limpo apresenta uma pressão mais elevada, também lubrifica as faces dos empanques.

O empanque duplo oposto adequa-se sobretudo ao bombeamento de substâncias viscosas e/ou abrasivas. Este tipo de empanque evita que o líquido bombeado entre na folga do mesmo, evitando assim o desgaste excessivo.
 





    Facebook Twitter LinkedIn Technorati