Alumínio

O alumínio puro é um metal leve e suave, com um terço da densidade do aço. É também um metal com grande condutividade elétrica e térmica. 

Os elementos de ligas mais comuns são o silício (silumin), o magnésio, o ferro, e o cobre. O silício aumenta a moldabilidade, o cobre aumenta a maquinabilidade, e o magnésio aumenta a resistência à corrosão, e a resistência. 

A vantagem do alumínio é que o material gera naturalmente uma película de óxido protetora. Isto faz com que o alumínio seja altamente resistente à corrosão quando exposto à atmosfera.

Determinados tratamentos, como a anodização, podem acentuar esta propriedade. 

As ligas de alumínio são amplamente utilizadas em estruturas que requerem um elevado rácio resistência/peso, como a indústria dos transportes. Por exemplo, o uso do alumínio em veículos e aeronaves reduz o peso, e o consumo energético.

Por outro lado, o alumínio tem a desvantagem de ser instável em ambientes com um pH baixo ou elevado, ou com cloro. Isto faz com que o alumínio seja inadequado para exposição a soluções aquosas, sobretudo com um caudal elevado. Adicionalmente, o alumínio é um metal reativo, tendo uma posição baixa na série galvânica, e podendo facilmente sofrer de corrosão galvânica, se for combinado com metais mais nobres e com ligas.

  • Série 1000 Não ligado (puro) >99% Al
  • Série 2000 O cobre é o principal elemento da liga, no entanto, poderá conter outros elementos (magnésio).
  • Série 3000 O manganésio é o principal elemento da liga.
  • Série 4000 O silício é o principal elemento da liga.
  • Série 5000 O magnésio é o principal elemento da liga.
  • Série 6000 O magnésio e o silício são os principais elementos da liga.
  • Série 7000 O zinco é o principal elemento da liga, mas poderá conter outros elementos, como cobre, magnésio, crómio, e zircónio.
  • Série 8000 Outros elementos (incluindo estanho e alguns compostos de lítio).




    Facebook Twitter LinkedIn Technorati