Enciclopédia

Reinicie pesquisa
Mostrando resultados de 71 até 311
CBO (Carência Bioquímica de Oxigénio)
A quantidade de oxigénio consumido por micro-organismos aeróbicos durante a decomposição de matéria orgânica, numa amostra de água, é definida como a Carência Bioquímica de Oxigénio (CBO).
CFC (clorofluorcarboneto)
O CFC e o HCFC são refrigerantes que são prejudiciais para a decomposição da camada do ozono e para o efeito de estufa. CFC é a abreviatura de clorofluorcarboneto; e HCFC é a abreviatura de hidroclorofluorocarboneto. Estas abreviaturas descrevem a composição das moléculas.
Chicana
O termo chicana é utilizado para fazer referência a placas, alhetas defletoras, guias, grelhas, ou dispositivos semelhantes instalados em sistemas de abastecimento de água, de águas de residuais, ou de lama.
Chiller
Um chiller é um componente utilizado para refrigerar água. A água refrigerada é bombeada do chiller para um permutador de calor água/ar ou água/água, onde pode ser utilizada para refrigerar ar ou água, respetivamente.
Circuito de mistura
Os sistemas de aquecimento com diversos consumidores e zonas apresentam diferentes necessidades de caudal e de temperatura. O controlo do caudal e da temperatura para um tipo de consumidor e/ou uma zona do edifício é conseguido através de um circuito de mistura.
Circuito de mistura, shunt com válvula de 2 vias
O circuito de mistura com shunt é utilizado quando é necessário ter um caudal variável ou uma temperatura variável, ou ambos, do lado secundário.
Circuito de mistura, shunt com válvula de 3 vias no tubo de ida
O circuito de mistura com shunt é utilizado quando é necessário ter um caudal variável ou uma temperatura variável, ou ambos, do lado secundário.
Circuito de mistura, shunt com válvula de 3 vias no tubo de retorno
O circuito de mistura com uma válvula de 3 vias no tubo de retorno é utilizado quando é necessário um caudal variável do lado secundário, mas não uma temperatura variável.
Circuito de mistura, shunt duplo com válvula de 3 vias, tipo 1
O circuito de mistura com shunt duplo carateriza-se por um caudal constante do lado primário, que provoca elevados custos energéticos. Habitualmente, vem equipado com uma válvula de 3 vias.
Circuito de mistura, shunt duplo com válvula de 3 vias, tipo 2
O circuito de mistura com shunt duplo carateriza-se por um caudal constante do lado primário, que provoca elevados custos energéticos. Habitualmente, o circuito de mistura com shunt duplo vem equipado com uma válvula de 3 vias.