Beber e voar em segurança com o Oxiperm Pro

The right choice for Düsseldorf International Airport
Água potável a bordo

Água potável a bordo
Acolhendo até 70.000 passageiros diariamente e mais de 20 milhões de passageiros por ano, o
Aeroporto Internacional de Düsseldorf é o terceiro maior na Alemanha. Conta com quase 20.000
funcionários para garantir que tudo funciona bem e em segurança. Nada é deixado ao acaso no
que diz respeito à segurança a bordo dos aviões – nem mesmo a água potável a bordo, que é desinfectada
utilizando o sistema Oxiperm da Grundfos. Para saber mais sobre a solução do Aeroporto
de Düsseldorf, clique no separador seguinte e para saber mais sobre a desinfeção de água
potável, clique no terceiro separador.

O Oxiperm Pro e o dióxido de cloro

O sistema de desinfeção por dióxido de cloro Oxiperm apresenta inúmeras vantagens, quando
comparado com outros sistemas. Estas incluem:
•     O dióxido de cloro garante a desinfeção mesmo em concentrações reduzidas
•     É eficaz no combate aos biofilmes onde as bactérias podem desenvolver-se
•     Não existem produtos derivados perceptíveis, como o cheiro do cloro
•     Possui um tempo residual longo na água
•     Sistema de controlo integrado
•     Doseamento exacto através da utilização de uma bomba doseadora digital

Custos de funcionamento reduzidos
Uma vantagem adicional do sistema é a eliminação do risco de corrosão na tubagem e dos subsequentes
custos de substituição da mesma. O sistema Oxiperm produz dióxido de cloro através de
soluções diluídas de clorito de sódio (NaClO2, 7,5%) e ácido clorídrico (HCl, 9% numa relação volumétrica
de 1:1). Os outros sistemas usam uma relação de 1:3 para produzir dióxido de cloro, o que
acarreta o risco de o ácido clorídrico diluído não reagir ao dióxido de cloro, corroendo, dessa forma,
o material da tubagem.

 

Reabastecimento de água

Reabastecimento de água
A bordo dos aviões, a água potável é utilizada para fazer café, aquecer alimentos e lavar as mãos
nos lavatórios. No Aeroporto Internacional de Düsseldorf, os depósitos de 400-800 litros dos aviões
são abastecidos de água desinfectada entregue por veículos de reabastecimento de água doce
especiais.


A água potável é passada através de um filtro
e um separador de sistema para um contador
de água electromagnético. O contador mede o
caudal e transmite um sinal de 4-20 mA ao sistema
Oxiperm Pro da Grundfos.

Doseamento
Enquanto o veículo é abastecido de água potável, o sistema Oxiperm Pro doseia a quantidade
correta de dióxido de cloro para a água potável. O sistema tem instalada uma bomba doseadora
com um motor passo-a-passo que garante o fornecimento da quantidade exacta de dióxido de
cloro, utilizando o sinal do contador de água para o efeito. A concentração é verificada por uma célula
de medição de dióxido de cloro que envia o valor para um dispositivo de registo de dois canais.
As regulamentações alemãs para a água potável especificam que a concentração seja registada, o
que não constitui um problema com a solução integrada Oxiperm Pro. É inclusive possível configurar
um valor limite no sistema de controlo para eliminar qualquer possibilidade de sobredosagem.

O conjunto
O sistema Oxiperm fornecido pela Grundfos garante que o aeroporto cumpre todas as normas e
regulamentações. O sistema fornecido consiste nos seguintes componentes:

•     2 Oxiperm Pro 5 g ClO2 / h
•     Bomba doseadora digital DDI209
•     2 células de medição de dióxido de cloro Aquacell
•     Dispositivo de aviso de fuga de gás de dióxido de cloro DIS-G
•     Capacidade de registo de dois canais
•     Assistência no arranque e pós-venda da Grundfos

Regulamentações e normas
O departamento de saúde pública recolhe uma amostra mensal de água dos veículos de reabastecimento,
para garantir que são cumpridas todas as normas relativas à água potável. A água
potável para uso em aviões é abrangida por um conjunto de normas especiais denominado DIN
2001/parte 2, bem como pelas regulamentações da indústria de aviação europeia e, no caso do
Aeroporto Internacional de Düsseldorf, pelas regulamentações alemãs. Por fim, existe uma Diretiva
da IATA (Associação Internacional de Transporte Aéreo) para o actual reabastecimento de água
potável em aviões, que define que um avião só pode ser reabastecido com água potável 30 minutos
antes da descolagem.

 

Água potável segura

Água potável segura


Até os recursos de água bem geridos podem ficar
infectados com microrganismos e, nas condições
certas, as bactérias podem multiplicar-se
nos depósitos, na tubagem e no equipamento
de manuseamento de água. Por esse motivo, o
tratamento da água é um elemento importante
para garantir a segurança da água potável.

Métodos de tratamento típicos
A disponibilidade de água potável segura é essencial, seja nos aviões ou em qualquer outro lugar.
Existem vários métodos de tratamento de água disponíveis para o efeito. Continue a ler para
descobrir os prós e contras das soluções habitualmente utilizadas. A conclusão é clara – a solução
de dióxido de cloro do sistema Oxiperm Pro é a melhor para o tratamento e desinfeção de água.
Tipicamente, os métodos de tratamento da água incluem:

•     Dióxido de cloro: O dióxido de cloro não reage com a água, mas dissolve-se fisicamente.
Mata os microrganismos na água provocando uma destruição oxidativa irreversível
das proteínas de transporte existentes nas células vivas. Funciona contra as bactérias e também
contra vírus, fungos e algas. Além disso, ao contrário dos outros métodos, é eficaz na remoção de
biofilme, mesmo em baixas dosagens.

•    Tratamento térmico: Frequentemente utilizado para combater a bactéria Legionella,
encontrada em sistemas de água. A água no sistema é aquecida a mais de 70 ºC para matar
as bactérias.

•     Radiação UV: A água é desinfectada ao ser irradiada com raios ultra-violeta com um
comprimento de onda de 254 nm. É utilizada uma lâmpada UV para a irradiação da água. Os raios
UV danificam a informação genética e os sistemas reprodutores das bactérias.

•     Filtragem: A ultra-filtragem ou micro-filtragem utiliza sistemas de membrana para
filtrar bactérias, partículas suspensas e outros elementos indesejados.

•     Ozono: O ozono é um desinfetante produzido através da passagem de oxigénio por
um campo eléctrico de elevada intensidade, de maneira a formar ozono gasoso. Depois de gerado,
decompõe-se rapidamente e tem de ser usado de imediato. É também não-selectivo e reage não
só com compostos orgânicos, mas com todos os materiais passíveis de oxidação, incluindo vedantes
e materiais de tubagem.

•     Cloração: São aplicados três processos, incluindo a desinfeção por cloro gás, a geração
electrolítica de cloro e o doseamento de sódio ou hipoclorito de cálcio líquidos. Os três métodos
produzem ácido hipocloroso (HClO), que funciona como desinfetante na água. No entanto, estes
métodos não são tão eficazes como a utilização de dióxido de cloro.

 

Characteristics of typical disinfection solutions

Características de soluções de desinfeção típicas

 





    Facebook Twitter LinkedIn Technorati